domingo, 10 de julho de 2011

A Rússia será sede 36ª Sessão
do Comitê de Patrimônio Mundial
 
A Rússia acolherá em São Petersburgo a 36ª Sessão do Comitê de Patrimônio Mundial, em 2012, ano em que a convenção completará 40 de existência.
Aprovada por unanimidade pelos membros do Comitê do Patrimônio Mundial, da Unesco, em Paris, a Embaixadora Eleonora Mitrofanova, Delegada Permanente da Rússia junto à Unesco, como a Presidência do Comitê do Patrimônio Mundial que passará a Rússia.
A próxima reunião do Comitê será realizada de 25 de junho a 5 de julho de 2012, na cidade de São Petersburgo, capital histórica russa, um dos maiores centros culturais da Europa. O seu Centro Histórico e grupo de monumentos anexos estão declarados como Patrimônio Mundial. Conhecida como a “Veneza do Norte”, por seus números canais e pontes, constitui-se em sítio de rara beleza e monumentalidade, onde o barroco e o neoclássico se fazem presente de modo expressivo. Nessa ocasião, será julgada a candidatura da cidade do Rio de Janeiro, como paisagem cultural, à Lista do Patrimônio Mundial.
Comporão as vice-presidências do Comitê, pela América Latina e Caribe, o México, pela Europa e América do Norte, a França; pelo Mundo Árabe, Emirados Árabes Unidos; pela África, África do Sul; e pela Oceania e Pacífico, Austrália.
Nessa reunião, muitos temas relevantes serão tratados, especialmente as propostas referentes ao futuro da convenção, que deverão ter seus resultados divulgados em reunião especial comemorativa dos seus 40 anos de existência e que será realizada no Japão em 2012.
Um terço dos membros do atual Comitê serão renovados, ao encerrarem seus mandatos, como o Brasil. Os novos membros serão eleitos na Assembléia Geral dos Estados Partes, em Paris, em novembro próximo.

Fonte: Assessoria de Relações Internacionais – ARIN/Iphan 

Ouro Preto ganha selo especial em homenagem aos 300 anos




Ouro Preto ganha selo especial
em homenagem aos 300 anos

A tricentenária Vila Rica ganhou mais uma homenagem para comemorar o aniversário. Os Correios lançaram no dia 8 de julho o selo comemorativo aos 300 anos da cidade histórica de Ouro Preto - MG. O lançamento integra a série Cidades Históricas visando promover as riquezas culturais do Brasil.
O selo especial traz um conjunto de simbologias para retratar a cidade patrimônio mundial desde 1980. No canto superior esquerdo, está representada a produção aurífera de Vila Rica, antigo nome da cidade no século XVIII. Ao fundo, surge o casario, com seus telhados, tendo, em primeiro plano, a igreja de Carmo. Acima, no fundo azul, destaca-se o Pico do Itacolomi, que no passado serviu como ponto de referência para os primeiros desbravadores. No centro, ergue-se a estátua de Tiradentes, monumento inaugurado em 21 de abril de 1894. No canto inferior direito, aparece a casa de Câmara e Cadeia, hoje transformado em Museu da Inconfidência.
A cidade de Ouro Preto, dada sua importância no cenário nacional, foi erigida Monumento Nacional em 1933 por decreto do presidente Getúlio Vargas já que, na época, não existia no Brasil o instrumento do tombamento. A inscrição no Livro do Tombo de Belas Artes ocorreu em janeiro de 1938, após a criação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, que hoje é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan. Em setembro de 1986 o Iphan ampliou seu registro com as inscrições como bem Histórico e bem Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico.

Fonte: Ascom /Iphan