sexta-feira, 19 de agosto de 2011

   Agenda cultural da semana

Dia 19
O projeto Palavra Mínima segue destacando a interação entre música e poesia com mais uma edição. Dessa vez, quem subirá ao palco é o grupo Poesia Musicada no Pandeiro, sonorizando os poemas de Emanoel Galvão. O show acontece no Teatro Linda Mascarenhas, às 20h. Ingressos: R$ 10 (preço promocional) e R$ 20.

Show especial de Chau do Pife, às 16h, no pátio externo do Teatro Deodoro. O instrumentista estará acompanhado pelo triângulo de Edinho Vovô, pela zabumba de Xéxeu e pela sanfona de Irineu Nicácio. A apresentação faz parte do projeto Sextas Populares e contará também com a presença de Jurandir Bozó e dos cordelistas Demis Santana e Jorge Calheiros – agora Patrimônio Vivo de Alagoas. Entrada franca. Mais informações: (82) 3315-5665.

Dia 20
Raul Seixas será lembrado em tributo oferecido pela banda Cachorro Urubu. A festa, que está em sua 10ª edição, vai acontecer no Clube Fênix Alagoano, a partir das 21h, com show do grupo Barba de Gato. Ingressos: R$ 15, à venda na Eletrorádio Gomes (Maceió e Arapiraca).  

Devido ao sucesso de público, o espetáculo Romeu, Eva e Adão volta aos palcos. Dessa vez para ser encenado no auditório do Ifal (antigo Cefet), às 20h. Ingressos: R$ 10 (antecipado) e R$ 20 (no local) mais 1 kg de alimento não perecível. À venda no Stand Folia Brasil e no Gbarbosa (Stella Maris). Mais informações: (82) 3032-2234.

Abertura da exposição coletiva “Era uma vez um descartável que virou arte”, composta por trabalhos realizados pelas crianças que fazem parte do projeto Jogando e Aprendendo a Viver, do Sesc. O objetivo é incentivar a prática de atividades esportivas aliadas a ações de educação ambiental, entre elas, a coleta seletiva. Na Casa de Taipa (Sesc Guaxuma), às 16h.

O workshop de Literatura “Introdução às narrativas: clássicas e populares” é a atração da "Aldeia Sesc Guerreiro das Alagoas, das 9h às 16h. Ministrada por Guilherme Ramos, o workshop acontece no Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Teatro Deodoro). Já no próximo dia 27, das 9h às 16h, é a vez de Marcos Henrique Rego falar sobre “Mitologia: o reino dos contos”, no auditório Maron Emile Abi-Abib (Sesc-Poço). Inscrições no Sesc-Centro, das 9h às 18h. Vagas limitadas.

Dia 21
A história da bruxa Maligna, que sonha em ser a mais bela mulher do mundo e que, para isso, arquiteta dar fim a todas as princesas do planeta, é o mote de "Sem pé nem cabeça”. O espetáculo será encenado neste domingo e no próximo dia 28, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Deodoro).

Dia 23
De 23 a 26 deste mês, o Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore (MTB-Ufal) promove a Semana das Culturas Populares. Homenageando o mês do folclore, o evento contará com circuito lúdico, exposição de Vicente Ferreira e outras atividades. No dia 24, às 18h30, haverá o Munguzá Cultural, com a mesa-redonda “A cultura popular do samba na contemporaneidade. A programação prossegue no dia 25, às 19h, com a reedição do projeto Engenho de Folguedos, trazendo as apresentações do Samba de Matuto da Massagueira, do Fandango do Pontal, além da participação do grupo Malacada. A noite contará também Feira de Arte e Literatura com Livros da Edufal, cordéis, loja de produtos do MTB e barracas gastronômicas. Entrada franca. Mais informações: (82) 3221-2651/3221-2977.

Paula Fernandes chega a Maceió, no dia 25 deste mês, para show no Ginásio do Sesi (Trapiche da Barra). Em breve estão divulgando mais informações, como horário, valores e locais de vendas. Mais informações: (82)3034-3282.

Dia 25
O monólogo “Fábrica do imaginário”, do grupo Jogos de Cordel, será a atração do Teatro de Arena Sérgio Cardoso (anexo ao Teatro Deodoro) no próximo dia 25. O musical, que vai levar à plateia o cancioneiro da cultura popular nordestina em um diálogo que inclui lembranças e imagens comuns à infância, contação de causos e declamações cordélicas, será encenado às 19h. Com sonoplastia e efeitos sonoros realizados por músicos ao vivo, o espetáculo faz parte da VII edição do projeto Quinta no Arena. Ingressos: R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira). Mais informações: (82) 3315-5665//5656.

Dia 26
Um dos mais celebrados comediantes do País, Luís Miranda traz a Maceió o seu novo espetáculo, “7 Conto”. A peça, que aponta as muitas diferenças existentes no Brasil de forma bem-humorada, através de personagens criados pelo ator, será encenada nos dias 26, 27 e 28 deste mês, às 21h, no Teatro Deodoro. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (estudantes e idosos). Mais informações: (82) 3032-5210/9601-2828.

Dia 27
Wado comemora dez anos de carreira no Festival LAB de Música Contemporânea, no próximo dia 27, a partir das 21h, no Armazém Uzina (Rua Sá e Albuquerque, 367, Jaraguá). A comemoração contará ainda com o som de Herod Layne (SP), Constantina (MG) e Hoping to Collide With (SP). Ingressos: R$ 15 (antecipado) e R$ 20 (na bilheteria).

Marcelo Camelo vem a Maceió para mostrar o seu show “Toque dela”, no dia 27 deste mês, às 21h, no Teatro Gustavo Leite. Ingressos: à venda no estande Sue Chamusca (Maceió Shopping). Mais informações: (82) 3235-5301/9925-7299 / info@chamusca.com.br.

O III Tributo a Michael Jackson será atração no Espaço Cultural Linda Mascarenhas, no dia 27 deste mês. As homenagens ao Rei do Pop contarão com a presença de bandas interpretando músicas do astro, apresentação de cover, além de exposições de produtos, reportagens e fotos do artista. Durante o evento haverá ainda concursos de melhor intérprete, melhor caracterização e melhor apresentação de dança. Ingressos: R$ 5 (antecipado) e R$ 7 (no local). Mais informações: (82) 8868-1751/9626-5093.

Em Cartaz
“Mirandolina”, comédia clássica do teatro italiano do século XVIII, é a nova montagem do grupo Cena Livre. Dirigida por Antonio Guedes, a peça traz ao palco do Teatro Marista (Farol), sempre às 20h, Ana Sofia de Oliveira como Mirandolina; Mauro Braga como Marquês de Forlipópolis; Chico de Assis como Conde de Albafioritta; Bruno de Aragão como Cavaleiro de Riprafatta; Anderson Arruda e Raphael Augusto revezando como Fabrício. Ingressos: R$ 24 e R$ 12 (estudante e idosos), à venda nas lojas Super Pizza. Mais informações: (82) 3033-1600.

“Pássaros” é a nova exposição da Pinacoteca Universitária. Nela, o artista Fernando Pontes apresenta seu mais recente trabalho de vídeo-instalação, fotos digitais e cromos projetados, além de poesia autoral. A mostra segue até 2 de setembro. Aberto ao público.

“Cores e Misturas” é a nova exposição do Museu Théo Brandão (MTB). A mostra, composta de 37 telas do artista plástico Vicente Ferreira de Lima, – premiado em 2010 como melhor artesão do ano – está em cartaz durante todo este mês, nas salas do museu, de terça a sexta, das 9h às 17h; e aos sábados, das 14h às 17h. Entrada franca.

A diversidade cultural e artística de Alagoas entra em cena mais uma vez. A jornada acontece de 19 a 28 de agosto, num total de 10 dias de atrações para todos os gostos: teatro, dança, circo, performance, folclore, música, cinema, artes visuais e literatura. Com ações gratuitas ou a preços populares, ocupando os espaços do Sesc-Centro, Sesc-Poço, Espaço Cultural da Ufal, Calçadão do Comércio de Maceió, Teatro Deodoro, Secretaria do Estado de Cultura (Secult) e, pela primeira vez, na comunidade de Riacho Doce. Toda a programação do dia 26 acontecerá no bairro situado no litoral Norte de Maceió.
Raul Seixas ganha homenagem no 22º ano da sua morte  

Tributo ao rei Raul

Banda Cachorro Urubu homenageia um dos maiores ícones do rock brasileiro em show na noite de hoje  

Elô Baêta

Anos atrás, dois rapazes pensavam em levar às novas gerações a irreverência de palco e o pensamento filosófico da obra do ícone do rock brasileiro Raul Seixas. Juntaram seus instrumentos, convidaram outros companheiros e saíram à luta. Não deu outra. O resultado veio com a Cachorro Urubu e suas longas viagens no universo musical do maior “maluco beleza” que o Brasil já conheceu.
Hoje, o grupo – que traz no nome uma canção de Seixas feita em homenagem ao ativista americano Leonard Peltier, por ele chamado de “cachorro urubu” – vem colhendo os louros de uma sólida carreira de uma década. Eles e um dos seus maiores espetáculos: o “Tributo a Raul Seixas”.
E é na noite deste sábado – véspera do aniversário de morte do cantor e compositor de Salvador – que o tributo vai adentrar pela décima vez no tempo de Raul e na aposta da banda de originalidade nos arranjos e figurinos, na sonoridade de instrumentos vintage e, claro, no amplo repertório daquele que por muitas vezes foi chamado de “pai do rock brasileiro”.
Serão quase três horas de show, onde os meninos da Cachorro Urubu – Phelipe Carvalho, vocal, guitarra e violão; Ney Guedes e Dinho Zampier, teclados; Rodrigo Peixinho, na bateria; Júnior Beatle e seu contrabaixo; e mais a guitarra de Victor Lyra e o violão de Marco Túlio – subirão ao palco acompanhados dos metais e dos backs da orquestra do maestro Almir Medeiros, a Conexão Latina. E também a banda Barba de Gato, que fará a abertura da 10ª edição do tributo.
O tributo, que vem rendendo a Phelipe a responsabilidade de ser considerado um dos maiores intérpretes de Raul no País, um verdadeiro frontman. “Com apenas 8 anos, eu já escutava o Raul. Fiquei fascinado quando ouvi o seu primeiro disco, ´Raulzito e os Panteras´ (1968). Depois me juntei ao Ney e tivemos a ideia de homenagear Raul nos palcos. Assim nasceu a Cachorro Urubu e o tributo, que, a cada ano, supera nossas expectativas”, comemora o intérprete.
O “Tributo a Raul” vem sendo reconhecido por artistas como Almir Medeiros um evento consolidado no calendário cultural do Estado. Realizado uma vez por ano, sempre em datas próximas ao dia da morte do compositor – 21 de agosto de 1989 –, vem reunindo a cada edição, segundo os integrantes do grupo, cerca de três mil pessoas.
Um público identificado na plateia daqui e de outros lugares por onde o show já passou como das mais diversas idades e classes sociais. E revelado por Phelipe como “de muita gente que ainda vive à maneira de Raul, que gosta de adentrar na sua filosofia, na leitura diferente de tudo o que existia no Brasil naquela época que ele sempre trouxe em suas composições, que sempre está disposto a festejá-lo”.
O repertório – nem é preciso falar –, não podem faltar as inesquecíveis e sempre atuais “Sociedade alternativa”, “Cowboy fora da lei”, “Gitã”, “Trem das onze”. Enfim, toda a obra musical-filosófica que, pelo menos por algumas horas, pretendem aquietar a saudade do eternamente inesquecível Raul Santos Seixas.
Vá lá: A 10ª edição do Tributo a Raul Seixas acontece hoje, a partir das 21h, no Clube Fênix Alagoana. Ingresso: R$ 15, à venda na Eletrorrádio Gomes (Maceió e Arapiraca).